• Ibicoara: Cipe-Chapada é recebida a tiros por criminosos no distrito de Cascavel

    Ibicoara: Cipe-Chapada é recebida a tiros por criminosos no distrito de Cascavel

    Achei Sudoeste
    12 Jul 2017 às 08:24
  • Esmeralda gigante encontrada no interior da Bahia avaliada em R$ 500 milhões é vendida

    Esmeralda gigante encontrada no interior da Bahia avaliada em R$ 500 milhões é vendida

    Achei Sudoeste
    12 Jul 2017 às 08:23
  • Nepotismo: Batata diz que Lane é prima, mas distante

    Nepotismo: Batata diz que Lane é prima, mas distante

    Raimundo Marinho
    11 Jul 2017 às 10:59
  • Deputado Marquinho Viana leva o prefeito de Livramento à SEDUR

    Deputado Marquinho Viana leva o prefeito de Livramento à SEDUR

    Brumado Agora
    31 Mai 2017 às 08:16
  • Divulgada a programação oficial do Forró do Sítio Novo 2017; confira os horários

    Divulgada a programação oficial do Forró do Sítio Novo 2017; confira os horários

    Livramento Agora
    31 Mai 2017 às 08:13
  • Livramento: Polícia Militar realiza solenidade de passagem de Comando

    Livramento: Polícia Militar realiza solenidade de passagem de Comando

    Bahia Verdade
    31 Mai 2017 às 08:12
  • Salvador: Prefeito de Livramento participa de reunião com Secretários do Governo Estadual

    Salvador: Prefeito de Livramento participa de reunião com Secretários do Governo Estadual

    Bahia Verdade
    30 Mai 2017 às 08:38
  • Livramento: Prefeito terá de exonerar esposa e mais dez servidores do município

    Livramento: Prefeito terá de exonerar esposa e mais dez servidores do município

    Brumado Notícias
    30 Mai 2017 às 08:11

Lula e Aécio não terão acesso a delações premiadas da Lava Jato

por Bahia Notícias

23.Fev.2017 às 07:59

  • O senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não poderão acessar as delações premiadas da operação “lava jato”. A negativa para Lula se deu, pois, as informações solicitadas ainda não foram homologadas pelo Supremo Tribunal Federal. Já para Aécio, foi negada por ele não ser investigado na operação. O ex-presidente queria ter conhecimento da delação do ex-deputado e ex-presidente do PP Pedro Corrêa, Aécio Neves solicitou os dizeres dos ex-executivos da Odebrecht Benedicto Júnior e Sergio Neves. Os pedidos foram negados pelo ministro Edson Fachin, relator do caso no STF. O petista e o tucano são citados pelos delatores como envolvidos no esquema de corrupção na Petrobras. A defesa do senador justificou seu pedido com uma reportagem do site Buzzfeed. O texto afirma que as delações mencionariam Aécio por suposto envolvimento em irregularidades na construção da Cidade Administrativa, sede do governo de Minas Gerais. Todos os depoimentos a que a os advogados de Lula e de Aécio pediram acesso estão sob segredo de Justiça.

Avalie e comente

Gostou?! Odiou?! Mais ou menos?! Então avalie, dê sua nota


0

0 voto(s)
5
0%
4
0%
3
0%
2
0%
1
0%

Envie seu comentário Sua participação é muito importante


Clique para liberar o envio do formulário. Fazendo isso você estará aceitando os Termos e Condições deste site.


Após derrota, Aécio Neves vai passar férias no exterior

por Livramento Agora

27.Out.2014 às 17:26

  • Após perder a disputa à Presidência da República, candidato do PSDB , Aécio Neves vai passar alguns dias na fazenda com os filhos e a esposa para descansar. Em seguida, o senador vai passar cerca de dez dias em uma viagem internacional para voltar assumir os compromissos políticos no Brasil. Já a presidenta Dilma Rousseff, reeleita, passou a manhã descansando no Palácio da Alvorada, sem compromissos oficiais. No fim da manhã, o assessor especial para Assuntos Internacionais da Presidência da República, Marco Aurélio Melo, chegou à residência oficial. Na eleição mais acirrada da história da democracia brasileira, Dilma Rousseff (PT) saiu arranhada, mas com vida para governar o Brasil por mais quatro anos. Em disputa contra Aécio Neves (PSDB), ela foi reeleita com pouco mais 2% de diferença entre os eleitores - 51,63% contra 48,37%. Em número de votos, ela conquistou 54.437.141 milhões de votos, enquanto o tucano obteve 51.004.310 milhões de votos. Mais de 142 milhões de brasileiros estiveram aptos a escolher quem comandaria o país pelos próximos quatro anos. A vitória petista, partido que já está no poder há 12 anos - oito do governo Lula e quatro da primeira gestão de Dilma -, veio no segundo turno depois de uma corrida eleitoral carregada de tensão, viradas, tragédia e acusações. (Globo)

Avalie e comente

Gostou?! Odiou?! Mais ou menos?! Então avalie, dê sua nota


1

1 voto(s)
5
0%
4
0%
3
0%
2
0%
1
100%

Envie seu comentário Sua participação é muito importante


Clique para liberar o envio do formulário. Fazendo isso você estará aceitando os Termos e Condições deste site.


Segundo turno: Dilma vence no Norte e no Nordeste, Aécio ganha nas outras regiões

  • O mapa das votações no Brasil revela um país dividido. A presidenta reeleita Dilma Rousseff (PT) venceu no Norte e no Nordeste. O senador Aécio Neves (PSDB) ganhou no Centro-Oeste, no Sudeste e no Sul. Dilma obteve a maior vantagem no Nordeste, onde conseguiu 71,69% contra 28,31% de Aécio, com diferença de 12,2 milhões de votos. No Norte, a presidenta reeleita ganhou por 56,54% contra 43,46%. A vantagem na região chegou a 1,01 milhão de votos. Em termos percentuais, Aécio conseguiu a maior vantagem no Sul, onde venceu Dilma por 58,9% a 41,1%. No Centro-Oeste, o candidato da oposição obteve 57,42%, contra 42,58% da presidenta. No Sudeste, Aécio venceu por 56,18% a 43,82%. Em número de eleitores, no entanto, o senador tucano teve a maior vitória no Sudeste, com diferença de 5,6 milhões de votos sobre Dilma. A vantagem correspondeu a 2,9 milhões de votos no Sul e a 1,1 milhão no Centro-Oeste. O desempenho foi insuficiente para impedir vitória de Dilma, que ganhou por 3,46 milhões de votos de diferença. Em algumas regiões, no entanto, a vitória não foi unânime. Dilma venceu em todos os estados do Nordeste. Aécio ganhou em todos os estados do Sul e do Centro-Oeste. No Norte, porém, Aécio venceu no Acre (63,68%), em Roraima (58,9%) e em Rondônia (54,85%). No Sudeste, Dilma ganhou em Minas Gerais (52,41%) e no Rio de Janeiro (54,94%).

Avalie e comente

Gostou?! Odiou?! Mais ou menos?! Então avalie, dê sua nota


0

0 voto(s)
5
0%
4
0%
3
0%
2
0%
1
0%

Envie seu comentário Sua participação é muito importante


Clique para liberar o envio do formulário. Fazendo isso você estará aceitando os Termos e Condições deste site.

Aécio defende apuração sobre denúncia de que Lula e Dilma sabiam de desvios

  • O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, defendeu na sexta-feira (24) a apuração das denúncias sobre o esquema de corrupção na Petrobras publicadas nessa quinta-feira (23), na edição online da revista Veja. Segundo a reportagem, em depoimento à Polícia Federal (PF) como parte do processo de delação premiada, o doleiro Alberto Youssef teria dito que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a presidenta Dilma Rousseff tinham conhecimento das irregularidades investigadas pela PF na Operação Lava Jato. Youssef foi preso na operação, que descobriu esquema de lavagem de dinheiro e desvio de recursos públicos que pode ter movimentado cerca de R$ 10 bilhões. O doleiro é acusado de lavagem de dinheiro e de receber propina de empreiteiras que têm contratos com a Petrobras e de repassá-la a partidos políticos. Ele aceitou firmar, com o Ministério Público Federal (MPF), acordo de delação premiada em troca de redução da pena, no caso de ser condenado. "É algo extremamente grave. Nós já havíamos denunciado há muito tempo esses supostos desvios na Petrobras e agora tudo isso culmina com essa informação prestada pelo senhor Youssef. Eu determinei que hoje o PSDB ingressasse na Procuradoria-Geral da República, solicitando que essas investigações sejam aprofundadas em razão de sua gravidade", disse Aécio Neves, em pronunciamento no hotel onde gravava o programa eleitoral. "Se comprovado isso, é a confirmação de que houve operação de caixa 2 na atual campanha presidencial do PT. É algo extremamente grave, que precisa ser confirmado, mas também apurado", completou o candidato.

Avalie e comente

Gostou?! Odiou?! Mais ou menos?! Então avalie, dê sua nota


0

0 voto(s)
5
0%
4
0%
3
0%
2
0%
1
0%

Envie seu comentário Sua participação é muito importante


Clique para liberar o envio do formulário. Fazendo isso você estará aceitando os Termos e Condições deste site.

Dilma e Aécio fazem debate equilibrado

  • Dilma Rousseff, presidente e candidata à reeleição pelo PT, e Aécio Neves, presidenciável do PSDB, participaram na noite dessa sexta-feira (24.10) do último debate da campanha do segundo turno à Presidencial da República. 

    Ambos os presidenciáveis estavam nervosos no confronto, que foi marcado por alternância de ataques e propostas dos dois lados.  

    Em segundo lugar nas pesquisas Ibope e Datafolha, o tucano assumiu uma postura mais agressiva logo início do confronto, citando matéria da revista Veja com denúncia de que Dilma e o ex-presidente Lula supostamente sabiam de casos de corrupção na Petrobras.

    Dilma respondeu acusando a revista de golpismo ao propagar denúncias falsas. A petista disse ainda que vai processar a publicação.

    "A revista Veja não apresenta nenhuma prova do que faz. Ela tem o hábito de tentar dar um golpe eleitoral. Fez a mesma coisa em 2002, em 2006, em 2010 e agora faz em 2014. O povo não é bobo, candidato. E sabe que está sendo manipulado", criticou Dilma.

     Em contra-ataque ao adversário, Dilma citou a crise de água em São Paulo, governado pelo tucano Geraldo Alckmin. "O fato é que a água é responsabilidade do Estado, nós somos parceiros e demos o dinheiro para projetos. Não planejar no Estado mais rico do País é uma vergonha", atacou a petista. 

    Nesta questão, Dilma foi irônica ao responder ao adversário, estratégia que usou em grande parte do debate. Ela citou até o colunista do José Simão, dizendo que com a falta de água em São Paulo vai ser necessário criar o programa Meu Banho Minha Vida. 

    O tucano responsabilizou o governo federal pela crise hídrica paulista, dizendo que Dilma não ajudou o Estado com investimentos. Aécio apontou o aparelhamento político das agências fiscalizadoras e dos órgãos federais. 

    Aécio também atacou financiamento do governo brasileiro a um porto em Cuba, que tem obras tocadas por empresas brasileiras.

      "Talvez eu... leia mais

Avalie e comente

Gostou?! Odiou?! Mais ou menos?! Então avalie, dê sua nota


0

0 voto(s)
5
0%
4
0%
3
0%
2
0%
1
0%

Envie seu comentário Sua participação é muito importante


Clique para liberar o envio do formulário. Fazendo isso você estará aceitando os Termos e Condições deste site.

Aécio minimiza pesquisas, critica nível da campanha e diz que vai ganhar

  • O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, desconsiderou o resultado das pesquisas eleitorais, que o apontam atrás da petista Dilma Rousseff, que disputa a reeleição, criticou o nível da campanha e garantiu que será vencedor no próximo domingo (26).Aécio falou à imprensa na tarde de ontem (23) no comitê de campanha do Rio. Sobre as pesquisas, o candidato lembrou que o que se viu no primeiro turno foi uma distância muito grande entre a vontade do eleitor e o que as pesquisas manifestavam. "Eu vejo as pesquisas como um estímulo aos nossos companheiros e companheiras que querem mudar. Fiquem alertas e atentos porque temos todas as chances de ganhar. Mas eu não paro para avaliar pesquisas. Quero reafirmar que, assim como eu cheguei no segundo turno, no domingo que vem, vamos vencer as eleições e escrever uma nova página na história do Brasil”, disse Aécio, que estava ao lado da filha Gabriela.

Avalie e comente

Gostou?! Odiou?! Mais ou menos?! Então avalie, dê sua nota


5

201 voto(s)
5
100%
4
0%
3
0%
2
0%
1
0%

Envie seu comentário Sua participação é muito importante


Clique para liberar o envio do formulário. Fazendo isso você estará aceitando os Termos e Condições deste site.

Dilma e Aécio participam do último debate do segundo turno

  • A Globo promove nesta sexta-feira (24) o último debate do segundo turno entre os candidatos a presidente Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT). O debate começa depois da novela "Império" e será transmitido ao vivo no G1.  O G1 terá um programa especial que será aberto por volta das 20h45 (horário de Brasília), com os destaques pré-debate. Repórteres entrevistarão os candidatos e convidados. Haverá também a cobertura do pós-debate, com as entrevistas coletivas e avaliações do encontro. Páginas especiais mostrarão também as reações no Twitter e no Facebook.  Mediado pelo jornalista William Bonner, o debate será realizado no Projac, no Rio, e tem duração prevista de uma hora e 50 minutos. O regulamento foi definido com representantes dos candidatos e seguindo as regras da Justiça Eleitoral. Serão quatro blocos: no primeiro e no terceiro, os candidatos farão perguntas um ao outro, com tema livre; no segundo e no quarto, as perguntas serão feitas por eleitores indecisos. O quarto bloco será destinado também às considerações finais dos presidenciáveis . Os indecisos serão selecionados em todos os estados pelo instituto de pesquisas Ibope. Cada eleitor indeciso vai elaborar previamente perguntas com temas de interesse nacional. As oito perguntas mais bem formuladas serão selecionadas pela produção do programa para serem feitas aos candidatos. O cenário será uma arena, com o objetivo de facilitar a movimentação dos candidatos. Os eleitores indecisos estarão sentados em volta. Se algum candidato faltar, seu lugar permanecerá vazio com uma placa que o identifique pelo nome. Nos dois blocos de tema livre, o candidato presente poderá formular a pergunta que faria ao candidato que se ausentou. Nos outros blocos, todas as perguntas de eleitores indecisos serão respondidas apenas pelo candidato presente

Avalie e comente

Gostou?! Odiou?! Mais ou menos?! Então avalie, dê sua nota


5

581 voto(s)
5
91%
4
0%
3
0%
2
0%
1
9%

Envie seu comentário Sua participação é muito importante


Clique para liberar o envio do formulário. Fazendo isso você estará aceitando os Termos e Condições deste site.

Istoé/Sensus: Aécio lidera com 54,6% das intenções de voto e abre 9,2 pontos contra Dilma

  • O candidato à Presidência da República pelo PSDB, Aécio Neves, aparece com 54,6% das intenções de voto no último levantamento Sensus/Istoé, considerando os votos válidos, contra 45,4% da presidente Dilma Rousseff (PT), que tenta a reeleição. A diferença é de 9,2 pontos percentuais, o equivale a aproximadamente 12,8 milhões de votos. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos. Com a totalidade dos votos, Aécio tem 48,1% e Dilma, 40%; 11,9% (aproximadamente 12,8 milhões de eleitores) ainda não decidiram o voto.A consulta entrevistou 2 mil pessoas em 24 estados e em 136 municípios. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01166/2014.

Avalie e comente

Gostou?! Odiou?! Mais ou menos?! Então avalie, dê sua nota


3

418 voto(s)
5
48%
4
0%
3
0%
2
0%
1
52%

Envie seu comentário Sua participação é muito importante


Clique para liberar o envio do formulário. Fazendo isso você estará aceitando os Termos e Condições deste site.

Neymar declara apoio a Aécio Neves na eleição presidencial

  • Com a imagem agenciada pelo 9ine, de Ronaldo, o jogador Neymar publicou nesta quinta-feira (23) um vídeo em que apoia a candidatura de Aécio Neves (PSDB) à Presidência da República. O posicionamento acontece dois dias depois da assessoria do atleta negar a veracidade de uma imagem editada eletronicamentecomo se Neymar apoiasse a candidatura de Dilma Rousseff (PT). “Não podemos ter medo de nos posicionar. É um direito nosso de escolher os nossos candidatos”, introduz Neymar, no vídeo de 1min40 publicado no YouTube. “Eu vou apoiar o candidato Aécio Neves porque eu me identifico muito com a preocupação que ele tem para o Brasil”, completa o atleta do Barcelona. Apesar de defender o posicionamento, o craque da Seleção Brasileira também é político. “Seja qual for o resultado de domingo, continuarei à disposição do meu país e do presidente democraticamente eleito pelo povo”, conclui. Veja o vídeo, divulgado na conta oficial de Neymar:

     

Avalie e comente

Gostou?! Odiou?! Mais ou menos?! Então avalie, dê sua nota


5

200 voto(s)
5
100%
4
0%
3
0%
2
0%
1
0%

Envie seu comentário Sua participação é muito importante


Clique para liberar o envio do formulário. Fazendo isso você estará aceitando os Termos e Condições deste site.

Em pesquisas do Datafolha e Ibope, Dilma aparece pela 1ª vez à frente de Aécio no 2º turno

  • Pesquisas Ibope e Datafolha divulgadas nesta quinta-feira (23) mostram que a candidata Dilma Rousseff (PT) aparece pela primeira vez neste segundo turno à frente do candidato Aécio Neves (PSDB) mesmo se for levada em conta a margem de erro de dois pontos. No Ibope, Dilma tem 54% dos votos válidos e Aécio, 46%; no Datafolha, a petista tem 53% e o tucano, 47%.  Em todos os outros levantamentos anteriores feitos pelos institutos no segundo turno havia um empate técnico dentro do limite da margem de erro entre os dois candidatos.  Para calcular os votos válidos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição. Em votos totais, Dilma tem 49% e Aécio, 41% no Ibope. No Datafolha, Dilma tem 48% e Aécio, 42%. O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 203 municípios entre os dias 20 e 22 de outubro. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-01168/2014. O Datafolha ouviu 9.910 eleitores em 399 municípios nos dias 22 e 23 de outubro. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de dois pontos prevista. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01162/2014.

Avalie e comente

Gostou?! Odiou?! Mais ou menos?! Então avalie, dê sua nota


1

2020 voto(s)
5
7%
4
0%
3
0%
2
0%
1
93%

Envie seu comentário Sua participação é muito importante


Clique para liberar o envio do formulário. Fazendo isso você estará aceitando os Termos e Condições deste site.